Nova pesquisa sobre a bike em Salvador

Pesquisa sobre o uso da bike em Salvador 2015: Participe !

http://migre.me/s5oAI
Em 2012, a ASBEB, Amigos de Bike e o Coletivo Mobicidade realizaram uma pesquisa sobre uso da bicicleta em Salvador (disponível em http://migre.me/s2rXT ).
Depois de 3 anos, iniciamos um novo processo para entender como anda a percepção do usuário de bicicleta sobre as condições para pedalar na cidade de Salvador. Contamos agora com a parceria de outros grupos como Bike Anjo Salvador, Mural de Aventuras, entre tantos outros que apoiam esta iniciativa coletiva. Convidamos você para expressar sua opinião, buscando entender o nível de satisfação da população com os avanços implantados pelo poder público em Salvador desde 2013.
Pesquisa sobre a bike em Salvador. + amor, - motor!

Pesquisa sobre a bike em Salvador.

Além disso, esta pesquisa pode servir de base para os debates e audiências que irão discutir e definir as diretrizes do Plano Diretor e Plano de Mobilidade do município de Salvador. Estamos mantendo as mesmas perguntas da primeira edição da pesquisa, o que permitirá análises comparativas agora e em edições futuras. São somente alguns minutinhos. Mais de 90% das perguntas são de marcar.

A cidade agradece pela sua colaboração.

http://migre.me/s5oAI

 

Lançamento da Cartilha de Mapeamento Colaborativo

O Mobicidade Salvador lançou, no Fórum Nordestino da Bicicleta , a versão 1.0 da cartilha de Mapeamento Colaborativo e Aberto com OpenStreetMap, que é o mapa/base que estamos usando na oficina e nos nossos mapeamentos diários (tanto Ameciclo como Mobicidade, e creio que muitas outras associações e grupos) .

A ideia é produzirmos e mantermos dados abertos, de livre acesso para qualquer pessoa. Acreditamos que este tipo de informação pode ampliar o controle social sobre as intervenções urbanas feitas no tecido da cidade.  Espera-se poder construir uma melhor compreensão de como a cidade está, geralmente, mal distribuída, com intervenções que muito mais segregam e separam do que realmente aproximam e tornam a cidade mais permeável.

A partir dos dados abertos, poderemos gerar várias formas de visualização e estudos, aspectos que foram abordados na oficina do Fórum. Em breve, poderemos produzir mapas/estudos comparativos entre as cidades brasileiras. A partir destes dados, é possível consultar espacialmente a distribuição de postos de compartilhamento de bicicletas, vias cicláveis, páraciclos, lojas e bicicletarias, além de conseguir identificar as vias de alta velocidade, em cada cidade do Brasil.

MapeamentoLojasBikesSetembro2014_detalhes
É com muita satisfação que trazemos esta contribuição e publicizamos a mesma durante o Fnebici, compartilhando agora com todo o Brasil. A cartilha está aberta a melhoramentos e remixagens, gerando novas versões.